Malásia

De patrimônio natural e cultural incalculáveis, a Malásia ensina que o maior presente é estar com os sentidos atentos à natureza. Não por acaso o país é reconhecido por diversas iniciativas na preservação e reabilitação de sua biodiversidade. Os “ecotours” são populares e os orangotangos são os mais esperados. Kuala Lumpur, a capital do país, é um oásis do agito metropolitano, verdadeiro melting pot de vivências, história e aventura!

Malásia: Dos arranha-céus de Kuala Lumpur ao aquário natural das Ilhas de Bornéu

A palavra-chave aqui é pluralidade. Kuala Lumpur reúne o menu favorito de quem quer aproveitar dos points urbanos às trilhas mais radicais. Começando a conversa, separe um tempo para as Cavernas Batu, dar um giro no Mercado Central e conhecer a Chinatown. A vida noturna é agitada, tem capricho nos temperos e, é claro, o quadro de fundo são as Torres Petronas, arranha-céu que é ícone arquitetônico de orgulho para os malaios.

 

Programe-se | Quase sempre com o tempo ensolarado, passear de barco por Sabah e Sarawak é uma boa ideia para conhecer melhor os litorais. Se quiser ficar em terra, o roteiro é cheio de opções também. Com uma das florestas tropicais mais antigas do mundo, Sabah concentra-se dentro do parque nacional e permite a observação de espécies raras.

 

Experimente | De Langkawi, em Kedah, a vista aérea é o melhor presente da ilha para você! Seja de teleférico e com os pés no chão, a vista do horizonte renderá fotos extraordinárias.

 

Coloque na rota | E por que não conhecer também o ponto mais alto da Malásia? O Monte Kinabalu fica em Sabah e tem mais de 4.000 metros de altitude, está inserido no parque nacional protegido pela UNESCO.

 

Achados | Areia branca e águas cristalinas desenham a praia de Teluk Keke, que fica a sudoeste da Ilha de Pulau Perhentian Besar. Dá para ver peixes de diversos tamanhos sem precisar mergulhar, é uma descoberta e tanto!

Roteiros Sugeridos